MPF afirma que Lula era 'comandante máximo' da Lava Jato

SÃO PAULO, 14 SET (ANSA) - Após denunciar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sua esposa e mais seis pessoas, o Ministério Público Federal (MPF) afirmou que Lula era o "comandante máximo do esquema de corrupção identificado na Lava Jato". Segundo o procurador Deltan Dallagnol, o ex-mandatário recebeu R$ 3,7 milhões em propina. Ao todo, o esquema investigado pela Operação Lava Jato verificou que houve pagamentos de R$ 6,2 bilhões em propinas, causando um prejuízo de R$ 42 bilhões. De acordo com a denúncia do MPF, Lula é acusado por corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro e a entidade pede o confisco de R$ 87 milhões. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos