Com preços a partir de R$ 41,8 mil, Fiat lança novo Uno

BETIM, 15 SET (ANSA) - Com preços partindo de R$ 41.840, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) apresentou nesta quinta-feira (15), em Betim (MG), o Uno 2017, a nova versão de um dos carros-chefes da marca.   


Terceiro lançamento da Fiat no ano, após o urbano Mobi e a picape Toro, o Uno estará disponível em seis modelos: o mais barato, o Attractive 1.0 três cilindros, de R$ 41.840; e o mais caro, o Sporting Dualogic 1.3 quatro cilindros, de R$ 53.690. Os outros quatro custam R$ 42.970 (Way 1.0), R$ 47.640 (Way 1.3), R$ 49.340 (Sporting 1.3) e R$ 51.990 (Way Dualogic 1.3).   


Todos eles usam o novo motor Firefly Flex da marca, desenvolvido ao longo de 30 meses e que também foi lançado nesta quinta-feira. A primeira fábrica do grupo a fazer o equipamento fica no complexo de Betim e é considerada a mais moderna linha de produção de motores da FCA em todo o mundo.   


Contando com 186 robôs, ela tem capacidade instalada de 400 mil propulsores por ano. "A experiência que acumulamos será levada como benchmark para as outras plantas de motores do grupo", afirma Mauro Pino, diretor industrial da FCA para a América Latina. Segundo a Fiat, o Firefly possui o maior torque do segmento e proporciona economia de combustível e redução de poluentes.   


O Uno 2017 também ganhou um upgrade tecnológico, com direção elétrica como item de série em todas as versões e o sistema "Start&Stop", que desliga o motor quando o carro para e o religa automaticamente assim que o pé sai do freio, nos modelos 1.3.   


Algumas versões contam ainda com controle de tração, controle de estabilidade e "hill holder" (recurso que auxilia na partida em subidas) como itens de série, mas todas essas tecnologias podem ser acrescentadas desde o Attractive 1.0.   


Além disso, o novo Uno possui pneus mais eficientes e eliminou o tanque auxiliar de gasolina para partidas a frio com um sistema que garante o arranque com etanol mesmo nos dias de baixa temperatura. Já no visual, o carro ficou mais agressivo, com grade e para-choque dianteiros renovados e rodas de liga leve para os modelos Way e Sporting.   


A meta da FCA é vender pelo menos 3 mil unidades do Uno por mês no mercado brasileiro, o que representaria um crescimento de 5% em relação à versão anterior do carro. "O Brasil passa por uma das maiores quedas de mercado de sua história. Mas achamos que o fundo do poço já foi atingido, a expectativa é de melhora", diz Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos