Aos 91 anos, morre o padre exorcista dom Gabriele Amorth

ROMA, 16 SET (ANSA) - Morreu nesta sexta-feira (16), aos 91 anos, o padre dom Gabriele Amorth, um dos exorcistas da Igreja Católica mais conhecidos do mundo.   

Segundo nota divulgada pelo Grupo Editorial San Paolo, pela qual o italiano publicou diversos livros, o religioso faleceu após ficar algumas semanas internado no hospital da Fundação Santa Luzia por complicações pulmonares.   

Nascido em Modena no dia 1º de maio de 1925, dom Amorth entrou na Casa Madre da Congregação São Paulo em 25 de agosto de 1947, sendo consagrado padre em janeiro de 1951. Em 1985, foi nomeado exorcista pelo cardeal Ugo Poletti, em um papel que o tornou conhecido no mundo todo.   

Considerado o "mestre" do exorcismo, Amorth fundou a Associação Internacional dos Exorcistas em 1991. A entidade, que só foi reconhecida formalmente pela Igreja Católica há dois anos, reúne 250 exorcistas espalhados por mais de 30 países.   

Dom Amorth recebia pessoas do mundo inteiro que o buscavam para "lutar contra o demônio" e, até por causa disso, escreveu obras sobre o tema. A mais famosa delas era "Deus é mais belo que o diabo", que foi traduzido para inúmeros idiomas.   

No último dia 8 de setembro, o padre recebeu a "Medalha da Libertação" - uma das mais altas honrarias para aqueles que viveram e lutaram para libertar a Itália do governo nazi-fascista na época da Segunda Guerra Mundial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos