EI reivindica ligação com ataque em Minnesota, nos EUA

WASHINGTON, 18 SET (ANSA) - A agência de notícias Amaq, que é considerada a representação oficial na mídia do grupo Estado Islâmico (EI, ex-Isis), publicou uma nota neste domingo, dia 18, dizendo que o ataque a faca realizado no estado norte-americano de Minnesota no sábado foi perpetrado por um "soldado" jihadista.   

"O executor dos ataques em Minnesota era um soldado do Estado Islâmico e realizou a operação em resposta a um chamado para mirar cidadãos dos países pertencentes à coalizão" que combate o grupo na Síria e no Iraque, apontou a agência.   

O ataque, realizado na noite do último sábado, resultou em oito pessoas feridas após um agressor entrar em um shopping na cidade de St. Cloud gritando "Allahu akbar", "Deus é grande" em árabe, e golpeando os transeuntes com uma faca. Todas as vítimas tiveram que ser hospitalizadas, mas nenhuma corre risco de vida.   

O agressor foi morto por um policial que estava de folga e se encontrava no local no momento do ataque.   

Ainda não está claro se o grupo planejou o ataque ou se foi realizado por um "lobo solitário" simpatizante da causa. A atitude é encorajada pelo EI.   

Até o momento, as autoridades norte-americanas não comentaram a declaração, mas, em comunicados anteriores, descartaram a hipótese de uma ligação com o terrorismo "por falta de provas".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos