Russos vão às urnas para renovar Parlamento

MOSCOU, 18 SET (ANSA) - Os russos vão às urnas neste domingo, dia 18, para renovar os 450 assentos da Duma, o Parlamento, e a votação tem sido tida como uma forma de medir o respaldo do presidente Vladimir Putin.   

Até o momento, o índice de afluência é de cerca de 23%, o dobro das eleições de 2011, informou o sub-secretário da Comissão Eleitoral russa, Nikolai Bulayev. Mais de 110 milhões de russos foram convocados para votar. A imprensa mundial, no entanto, destaca o aparente desinteresse da população, especialmente em meio a atual crise econômica. O partido de Putin, Rússia Unida, quer confirmar o favoritismo nas urnas de olhos nas eleições presidenciais de 2018, quando quer ele conquistar um quarto mandato à frente do país.   

Essa é a primeira eleição parlamentar após, em 2011, acusações de ilegalidades no pleito levaram milhares de ruas às ruas do país e após a anexação da Crimeia.   

As eleições acontecem com relativa calma, tirando episódios isolados de violência. Em Odessa, no sul da Ucrânia, houve choques em frente ao Consulado russo, informou a agência de notícias "Interfax".   

Moscou e Kiev passam por uma mal estar político desde a anexação da Crimeia.   

Ao menos dez ativistas nacionalistas tentaram impedir que os russos entrassem no edifício para votar. A Polícia deteve quatro pessoas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos