Em novo vazamento de dados, Rafael Nadal é acusado de doping

LONDRES, 19 SET (ANSA) - O grupo de russo de hackers "Fancy Bear's" divulgou nesta segunda-feira (19) uma nova lista de informações que acusam diversos atletas de usaram substâncias proibidas.   


Entre os atletas citados, estão o tenista espanhol Rafael Nadal, o fundista britânico Mo Farah e o nadador húngaro László Cseh, dono de seis medalhas em Jogos Olímpicos, segundo o jornal "The Guardian".   


De acordo com os documentos vazados, Nadal teria feito uso de substâncias proibidas em 2009 e 2012, mas com autorização assinada por Stuart Miller, médico da Federação Internacional de Tênis.   


Na primeira vez, o tenista fez uso de Betametasona, medicamento com ação anti-inflamatória, anti-alérgica e anti-reumática.   


Enquanto na segunda, usou um corticoide de nome tetracosactida.   


No caso de Mo Farah foram várias substâncias utilizadas. Em 2014, fez tratamento com três medicamentos proibidos. Já o documento referente a Cseh trata-se de um medicamento utilizado em 2011 para crises de asma.   


Este é o terceiro vazamento de informações que os hackers divulgam documentos acusando a Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) de esconder casos de doping de atletas.   


Na última semana, a entidade explicou que o seu sistema na internet havia sido alvo de ataques, após dados acusarem a ginasta Simone Biles, as irmãs tenistas Serena e Venus Willians e mais 25 atletas de usarem substâncias proibidas, mas que apresentavam receitas médicas que indicavam "uso terapêutico".   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos