Partido de Merkel sofre revés em eleição regional de Berlim

BERLIM, 19 SET (ANSA) - O partido da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, União Democrata-Cristã (CDU), sofreu um novo revés, desta vez nas eleições legislativas da região de Berlim, onde recebeu cerca de 17% dos votos no último domingo, seu pior resultado em anos.   

Em declarações, Merkel classificou como "muito amargos" os resultados. Assumindo a culpa pelo fraco desempenho, disse que sua política de acolhimento a refugiados foi mal compreendida pelos eleitores locais.   

O Partido Social-Democrata (SPD) também teve menos votos do que o esperado, mas conseguiu se manter na liderança, com mais de 20% dos votos. Um número, no entanto, insuficiente para manter o controle da região, mesmo com aliança do CDU.   

Juntos, SPD e CDU tem 69 cadeiras, 17 a menos que as 81 necessárias para formar um governo, e devem se alinhar à esquerda.   

Em contrapartida, a legenda de ultradireita Alternativa para a Alemanha (AFD) -- que é eurocética e contra a política de imigração alemã -- teve um desempenho muito melhor do que o esperado, com cerca de 14% dos votos, assim como vem acontecendo em outras regiões alemães. Para analistas, o AFD conseguiu atrair para as urnas um tipo de eleitor que não costuma comparecer ao pleito, mas que está com medo do que o aumento do fluxo de imigrantes pode causar às suas vidas. Também atraiu aqueles que se dizem descontentes com os dois partidos governistas, por não dar respostas eficientes aos problemas do país. A líder do governo alemão terá que lidar, cada vez mais, com o descontentamento sobre sua política de "portas abertas" aos imigrantes, considerado um "ato arriscado", por analistas. No início do ano, sua decisão de receber milhares de refugiados já havia sido bastante criticada após a onda de abusos sexuais registrada em Colônia na noite de Ano Novo. O país recebeu mais de 1 milhão de refugiados no ano passado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos