Após 'era' Fifa, France Football muda regras da Bola de Ouro

SÃO PAULO, 20 SET (ANSA) - Após anunciar que não daria mais o prêmio de melhor jogador do mundo em parceria com a Fifa, a revista "France Football" anunciou mudanças no sistema de escolha dos atletas.   


Assim como ocorreu entre os anos de 1959 e 2009, quando entregava a "Bola de Ouro" de maneira independente, apenas jornalistas votarão na escolha do melhor - sem a opinião de jogadores e técnicos de seleções mundiais.   


A lista de indicados também mudará - passando dos atuais 23 para 30 selecionados - e não haverá mais o anúncio dos três finalistas. Outra alteração ocorrerá na cerimônia de premiação, que não será mais realizada em janeiro, mas sim em dezembro.   


Desde 2010, a Fifa e a "France Football" entregavam a "Bola de Ouro" de maneira conjunta. Porém, na última sexta-feira (17), a revista informou que voltaria a dar o tradicional prêmio individualmente. Por sua vez, a entidade máxima do futebol ainda não fez um pronunciamento oficial, mas é provável que crie uma premiação própria. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos