Obama anuncia acordo para acolher 360 mil refugiados

NOVA YORK, 20 SET (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou que mais de 50 países chegaram a um acordo nesta terça-feira (20) para acolher 360 mil refugiados em 2016.   

O pacto foi firmado durante uma reunião sobre a crise migratória convocada pela Casa Branca e realizada paralelamente aos debates da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York.   

O Brasil, representado pelo ministro da Justiça Alexandre de Moraes, participou do encontro apenas como observador, já que não se comprometeu a estabelecer metas de acolhimento. "As mais de 50 nações que participam da cúpula sobre refugiados na ONU vão dobrar o acolhimento, chegando a 360 mil", garantiu Obama.   

O presidente ainda disse que os Estados Unidos pretendem receber 85 mil refugiados em 2016 e 110 mil em 2017. "Devemos reconhecer que os refugiados são sintoma de um fracasso mais amplo, de tensões e perseguições. Organizei esse encontro porque todos precisamos fazer mais", acrescentou. Além dos EUA, se comprometeram com a meta países como Etiópia, Alemanha, Jordânia, México, Canadá e Itália, cujo primeiro-ministro, Matteo Renzi, prometeu aumentar em 30% o orçamento de seu governo dedicado a ações humanitárias para ajudar imigrantes. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos