Biblioteca mais antiga do mundo está perto de reabrir

SÃO PAULO, 21 SET (ANSA) - A biblioteca Khizanat al-Qarawiyyin, em Fez, no Marrocos, considerada a mais antiga do mundo, em breve estará novamente aberta ao público.   


O local faz parte da Universidade al-Qarawiyyin, fundada por Fatima al-Fihri, em 859 d.C., e está em funcionamento até hoje.   


Após um bom tempo, as obras de restauração da biblioteca - que já passaram do prazo previsto - devem ser concluídas até o fim do ano. A arquiteta responsável pela reforma é Aziza Chaouni, nativa de Fez e importante figura pública da cidade.   


A biblioteca teve o sistema de esgoto refeito e ganhou uma nova rede subterrânea para drenar a umidade do ar, que estava ameaçando estragar documentos antigos. Também foram instalados um laboratório com scanners de alta tecnologia para digitalizar os manuscritos e materiais que não deixam os pergaminhos racharem.   


Protegendo mais de 4 mil exemplares de grande importância para o mundo, os bibliotecários garantem que serão bastante rígidos com o uso dos livros. "Podem me machucar, mas não podem machucar os livros", disse um deles. O volume mais precioso é uma cópia do Alcorão do século 9 escrito em pele de camelo.   


Nos últimos tempos, os extremistas do Estado Islâmico destruíram patrimônios históricos do Oriente Médio, cometendo atrocidades culturais como saquear a grande biblioteca de Mosul, no Iraque, e queimar milhares de manuscritos históricos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos