EUA pedem fechamento de parte do espaço aéreo da Síria

BEIRUTE, 21 SET (ANSA) - O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu que seja criada uma área de "no-fly zone" em áreas importantes da Síria para permitir a chegada de ajuda humanitária aos moradores locais.   

O pedido foi apresentado durante a reunião de emergência do Conselho de Segurança das Nações Unidas nesta quarta-feira (21).   

"Para dar credibilidade a este processo, precisamos imediatamente segurar todos os aviões nas áreas-chave. Os Estados Unidos acreditam que ainda haja uma saída para parar a carnificina síria. Sem um cessar-fogo, haverá mais morte e mais sofrimento, em uma escala ainda maior. Quem acha que o conflito não pode piorar, erra muito", ressaltou Kerry.   

Rússia e Estados Unidos até haviam aceitado um acordo de cessar-fogo na Síria para permitir que a ajuda enviada pela ONU e por entidades internacionais. Porém, nesta terça-feira (20), o governo de Bashar al-Assad afirmou que a trégua havia sido encerrada após "violações de rebeldes".   

A própria ONU havia suspendido o envio de ajuda após um comboio seu ter sido atingido por um míssil. Hoje, no entanto, a entidade anunciou que retomaria a ajuda aos moradores do país.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos