Por crise, bebês dormem em caixas em hospital da Venezuela

Em Caracas

  • Twitter/Reprodução

    Bebês em caixas no Hospital Domingo Guzmán, em Anzoátegui, na Venezuela

    Bebês em caixas no Hospital Domingo Guzmán, em Anzoátegui, na Venezuela

Em meio a uma severa crise econômica, imagens de bebês recém-nascidos dormindo em caixas de papelão em um hospital na Venezuela por conta da falta de berços causaram comoção em todo o país.   

As imagens, divulgadas por um dirigente opositor, teriam sido tiradas em um hospital na cidade de Barcelona, no estado de Anzoátegui, por um funcionário revoltado com a situação.   

Twitter/Reprodução


As fotos, cuja veracidade não foi comprovada, viralizaram nas redes sociais.   

O diretor nacional do Seguro Social, Carlos Rotondaro, disse que irá abrir uma investigação para averiguar as denúncias.   

Há meses tem vindo à tona denúncias da falta de remédios nos hospitais do país. As mortes de duas crianças por falta de remédios neste ano comoveram não só a Venezuela, como a comunidade internacional.

Segundo com o presidente da Federação Médica venezuelana, Douglas León, os centros médicos estão operando com cerca de 5% dos materiais necessários. Além disso, diante do difícil panorama, diversos profissionais da medicina têm deixado o país nos últimos anos.

A Venezuela sofre com uma inflação galopante -- a maior da América Latina --, acompanhada de uma crise produtiva, problemas de distribuição de produtos de primeira necessidade e mercado golpeado por medidas de restrição e regulamentação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos