Fundador de ONG no Haiti, Bocelli fala sobre furacão Matthew

ROMA, 10 OUT (ANSA) - O tenor italiano Andrea Bocelli falou sobre o terrível furacão Matthew que atingiu o Haiti na última terça-feira, dia 4, causando a morte de ao menos 877 pessoas.   


Para o jornal "Corriere della Sera", o cantor lírico, que também é fundador de uma organização social no país caribenho, afirmou que as devastações provocadas pelo tornado são "tremendas".   


Os haitianos são um "povo maravilhoso castigado repetidamente por tantas calamidades", disse Bocelli. "Estamos perto dos irmãos haitianos nas orações, mas também [em coisas] concretas, com ações. Colocamos rapidamente em movimento a máquina da solidariedade a partir da Itália e da equipe da Fondazione Andrea Bocelli presente na ilha", explicou o tenor à publicação.   


Já o presidente do Conselho da fundação, o empresário Stefano Aversa, disse que os funcionários da ONG que "cuidaram dos primeiros-socorros" contam que viram "rios transbordados cujas águas arrastavam dezenas de corpos". "As escolas que construímos foram destelhadas por ventos de 230 km/h, mas as estruturas de cimento armado estão de pé e os serviços dos andares inferiores continuam a funcionar", afirmou Aversa ao jornal.   


Além disso, o italiano também disse que o fato de que "as 35 crianças [haitianas] do coro que viajaram em setembro a Nova York para cantar com Bocelli nas Nações Unidas (ONU) estarem sã e salvas" é muito reconfortante. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos