Itália expulsa tunisiano suspeito de terrorismo

ROMA, 10 OUT (ANSA) - O Ministério do Interior da Itália expulsou nesta segunda-feira (10) mais um estrangeiro suspeito de envolvimento com atividades terroristas.   

Desta vez o deportado é um cidadão tunisiano de 32 anos que vivia na província de Siracusa, na região da Sicília, uma das principais portas de entrada para imigrantes clandestinos no país.   

Segundo o ministro Angelino Alfano, o homem havia entrado na Itália em 2010 e chegou a postar no Facebook vídeos e mensagens em apoio ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI). "Um atento trabalho investigativo identificou fortes tendências radicais", disse.   

Desde o início de 2015, quando reforçou seus controles antiterrorismo por conta dos recentes ataques na Europa, o país já expulsou 122 pessoas suspeitas de radicalização. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos