Último filme de Wajda será apresentado no Festival de Roma

VARSÓVIA, 10 OUT (ANSA) - O mais famoso cineasta polonês Andrzej Wajda, 90 anos, faleceu na noite deste domingo (9) vítima de uma insuficiência pulmonar, informou a mídia polonesa. O diretor estava internado há alguns dias e tinha sido colocado em coma induzido para tratar de problemas nos pulmões.   


A última obra do diretor, indicada recentemente pela Polônia ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, "After Image", é um dos destaques do Festival de Cinema de Roma e será apresentado na próxima quinta-feira (13).   


Wajda nunca recebeu o maior prêmio do cinema norte-americano por algum filme, mas, em 2000, foi agraciado com uma premiação pelo "conjunto da obra" e pela importância de seu trabalho durante os turbulentos momentos políticos e sociais vividos por seu país no século passado.   


O polonês ainda recebeu homenagens do tipo dos maiores festivais de Cinema da Europa, como o Festival de Berlim e o Festival de Veneza.   


Entre as suas maiores obras cinematográficas estão "O Homem de Mármore" (1977), "O Homem de Ferro" (1981), sendo que este lhe rendeu a Palma de Ouro do Festival de Cannes, e "Danton, O Processo da Revolução" (1983) - que foi produzido durante seu exílio na França.   


Nascido em 6 de março de 1926, na cidade de Suwalki, Wajda formou-se na Academia de Belas-Artes de Cracóvia e na Escola Nacional de Cinema e Teatro Lodz após a Segunda Guerra Mundial.   


Além disso, virou membro da Academia Francesa de Belas Artes.   


O diretor também teve carreira política após seu exílio francês e foi senador entre os anos de 1989 e 1991 e do Conselho Presidencial da Cultura entre 1992 e 1994.   


Para um dos maiores críticos poloneses de cinema, Tadeusz Sobolewski, Wajda é o símbolo da sétima arte polonesa que está buscando dar respostas aos espectadores locais. Para Sobolewski, a arte do cineasta estava em lembrar os poloneses para não repetir "os sacrifícios inúteis", o "heroísmo vão" e "o culto da derrota". "Ele acreditava na missão do cinema e na responsabilidade do artista perante à sociedade", conclui o crítico. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos