Samsung suspende venda e fabricação do Galaxy Note 7

NOVA YORK, 10 OUT (ANSA) - A gigante de tecnologia sul-coreana Samsung anunciou a suspensão da venda e da produção do aparelho Galaxy Note 7, após uma série de acidentes e explosões de celulares causadas por falhas técnicas. A empresa pediu que seus sócios, companhias de telecomunicação e revendedores tirem do mercado as unidades que estavam à venda. "Continuamos comprometidos em trabalhar diligentemente com as autoridades para assumir todas as medidas necessárias para resolver a situação", disse a Samsung.   

A empresa calcula que 24 a cada milhão de aparelhos celurares tenham apresentado problemas de baterias inflamáveis, as quais provocaram explosões. De um total de 1,5 milhão de telefones vendidos no mundo, até o momento foram registradas reclamações em 35 deles. Além da explosão da bateria, alguns aparelhos estavam se desligando sozinhos. A ideia da Samsung é substituir os aparelhos Galaxy Note 7 por outros modelos. A empresa já tinha convocado um recall de 2,5 milhões de celulares, porém alguns novos também apresentaram problemas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos