Presidente diz que Itália aguenta sozinha peso da imigração

ROMA, 13 OUT (ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, afirmou nesta quinta-feira (13) que seu país está suportando sozinho o peso da imigração clandestina no mar Mediterrâneo.   

A declaração foi dada durante uma cerimônia na Escola de Defesa da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em Roma.   

Segundo o chefe de Estado, é preciso "coerência e responsabilidade" para enfrentar as numerosas tensões presentes na região.   

Como exemplo, ele citou os conflitos no Iraque, na Síria, na Líbia e no Sahel. "O terrorismo e a emergência migratória e humanitária são fenômenos que emergem dessas crises. E a Itália suporta praticamente sozinha o peso da rota mediterrânea", disse Mattarella.   

A Itália é um dos principais focos da mais grave crise migratória desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Desde o início do ano, mais de 144 mil imigrantes ilegais entraram no país via Mediterrâneo em 2016, segundo dados do projeto "Missing Migrants".   

Além disso, outros 3,1 mil morreram tentando. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos