Fusão dá origem ao 3º maior banco da Itália

ROMA, 15 OUT (ANSA) - As assembleias de sócios da Banca Popolare di Milano (BPM) e do Banco Popolare, sediado em Verona, aprovaram neste sábado (15) uma fusão que criará a terceira maior instituição bancária da Itália, atrás apenas de Intesa Sanpaolo e Unicredit.   

Após o fim da operação, o banco resultante terá 4 milhões de clientes e uma participação de mercado de 8,2%. O acordo é resultado do processo de consolidação na rede de bancos populares do país, após um decreto do governo determinar sua transformação em sociedades por ações.   

Ao contrário das instituições "comuns", as populares são cooperativas onde cada sócio não pode possuir mais de 0,5% do capital social. No entanto, essas companhias passam por uma grave crise de liquidez, principalmente por conta do elevado nível de empréstimos deteriorados em suas carteiras.   

A empresa resultante da fusão se chamará Banco BPM e terá como objetivo obter um lucro líquido de 1,1 bilhão de euros em 2019.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos