Líder da 'Brexit', Boris Johnson fez artigo pró-UE

ROMA, 16 OUT (ANSA) - Principal líder da campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia, o hoje chanceler Boris Johnson chegou a escrever um artigo contrário à "Brexit" para o jornal "Sunday Times", mas que não foi publicado.   

A informação foi divulgada por um jornalista do diário, Tim Shipman, em seu novo livro, "All Out War". Ele diz que o texto é de fevereiro deste ano, mesmo mês em que o então primeiro-ministro britânico, David Cameron, convocou o referendo sobre o tema.   

No artigo, Johnson dizia que a permanência do Reino Unido na UE seria favorável para o mundo e para a Europa e alertava que a "Brexit" poderia causar um choque econômico no país, desencadeando também um processo de independência na Escócia e agressões da Rússia.   

Segundo o "Sunday Times", o chanceler escreveu na época dois artigos, um contra e outro a favor do rompimento, para "esclarecer seus pensamentos", e depois fez um terceiro se decidindo pela "Brexit", que acabou publicado pelo "Daily Telegraph".   

O próprio Johnson confirmou essa informação e afirmou que o texto pró-UE era uma "semiparódia". Ex-prefeito de Londres, ele liderou a campanha pela "Brexit" e era cotado para substituir Cameron como primeiro-ministro, porém abriu mão da disputa.   

Com a eleição de Theresa May, foi nomeado secretário de Relações Exteriores. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos