Alto dirigente teria agido para ajudar Hillary em emailgate

WASHINGTON, 18 OUT (ANSA) - O FBI revelou novos documentos do "emailgate", investigação sobre o uso de servidores de email privados por Hillary Clinton quando ela era secretária de Estado (2009-2013).   

Os relatórios divulgados pela polícia federal norte-americana na última segunda-feira (17) indicam que um alto dirigente do Departamento de Estado, Patrick Kennedy, tentou proteger a democrata ao pedir para o FBI rebaixar a classificação de um email.   

Em troca, teria oferecido aumentar o número de agentes do órgão no Iraque. As informações são baseadas nas declarações de um funcionário de inteligência cuja identidade não foi divulgada.   

O email em questão continha informações confidenciais sobre possíveis prisões relacionadas ao ataque contra o consulado norte-americano em Bengasi, na Líbia, em 2012, quando morreram quatro pessoas, incluindo o embaixador Christopher Stevens.   

Ainda que o FBI tenha decidido manter a confidencialidade do email, a notícia deu combustível para o candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, que diz ter havido um complô para livrar Hillary no caso - o magnata já afirmou algumas vezes que a democrata deveria estar na cadeia.   

Segundo os adversários da ex-secretária, ela colocou a segurança do país em risco ao usar servidores privados para comunicações oficiais, principalmente naquelas referentes ao ataque contra o consulado em Bengasi. Por isso, "desclassificar" um email seria uma forma de aliviar o peso dessa acusação.   

Em junho passado, o FBI decidiu não incriminar a candidata por não ter encontrado provas de que ela e sua equipe quisessem violar a lei, embora tenham sido "extremamente negligentes".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos