Grife Emilio Pucci anuncia fechamento de polo em Florença

FLORENÇA, 18 OUT (ANSA) - A grife Emilio Pucci anunciou nesta terça-feira (18) que deixará a sua estrutura em Florença para transferir-se para Milão.   


"A decisão da Emilio Pucci de transferir seus funcionários da sede florentina para o escritório de Milão foi tomada para reunir todas as funções não produtoras em uma única sede. O objetivo é criar uma maior eficiência e uma melhor sinergia operacional", disse a maison em comunicado.   


Segundo a marca, as operações se concentrarão em dois pólos: em Bolonha, o foco será a produção das peças, já em Milão ficarão concentrados os centros criativos e comerciais. Aos funcionários de Florença será proposto, de acordo com o comunicado, a transferência para Milão.   


A maison foi fundada em 1947 por Emilio Pucci, que sempre foi muito ligado à cidade. Foi em Florença, que em 1992, ele faleceu em sua casa. Dois anos antes, sua filha Laudomia, começou a gerir a maison italiana e, em abril de 2000, firmou uma parceria com a LVMH.   


A grife ficou famosa mundialmente na década de 1960 pelo bom uso de estampas nas criações da Pucci. Suas roupas foram usadas por algumas das mulheres mais famosas da época, como Jacqueline Kennedy e Marilyn Monroe.   


Essa é a segunda grande marca italiana que anuncia uma mudança profunda em sua estrutura. No dia 12, a Roberto Cavalli informou que faria a demissão de 200 dos seus 672 funcionários e o fechamento do escritório de Milão. Mas, desta vez, a alegação para a mudança foi uma grave crise financeira. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos