Após 4 noites de protestos,Hollande se reunirá com policiais

SÃO PAULO, 21 OUT (ANSA) - O presidente da França, François Hollande, anunciou que se reunirá com os líderes dos sindicatos de policiais que estão protestando em várias cidades do país ainda neste mês de outubro.   

A afirmação do mandatário vem após quatro noites de intensos protestos de policiais em Paris, Marselha, Bobigny, Toulouse, Nancy, Évry, Carcassonne e Bourdeaux, que reclamam que estão sobrecarregados desde o início do estado de emergência anunciado pelo governo francês como medida de prevenção para atentados terroristas.   

Desde o ataque de Paris do dia 13 de novembro do ano passado, no qual 130 pessoas morreram, oficiais foram deslocados para aeroportos, estradas, portos e outros espaços públicos como forma de melhorar a segurança.   

Além disso, operações antiterrorismo aumentaram em número e em grau, o que pede mais trabalho dos policiais, que têm que lidar com um baixo número de funcionários na corporação, com a falta de equipamentos e com cortes em diversos setores.   

Mesmo com uma grande campanha de recrutamento da polícia francesa promovida por Hollande, os oficiais reclamam das condições de trabalho desde o governo de Nicholas Sarkozy.   

Além disso, os policiais que têm ido às ruas com máscaras nos rostos e entoando a todo pulmão o hino francês, a famosa Marselhesa, também criticam o aumento da violência "anti-policial", como a que aconteceu no dia 8 deste mês, quando um policial ficou gravemente ferido em um ataque com coquetéis Molotov em Viry-Châtillon, em Paris. "Reduzir a questão a um aumento do salário significa jogar gasolina no fogo", disse um dos policiais que aderiram aos protestos nesta sexta-feira (21). Os protestantes querem proteção, novas armas, viaturas blindadas, e principalmente, rigor e severidade da parte do governo no confronto com quem viola a lei, afirmou outro manifestante. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos