Roma vive caos por greve em serviços públicos contra Renzi

ROMA, 21 OUT (ANSA) - A capital italiana, Roma, amanheceu caótica nesta sexta-feira (21) devido à greve geral de funcionários públicos, incluindo os do setor de transporte. Os serviços das linhas A e B do metrô, assim como a estação ferroviária Termini, estão paralisados ou parcialmente interrompidos. Os ônibus também operam com dificuldades no centro urbano e nas zonas periféricas. A greve ainda atinge as escolas e as representações de serviços públicos e tem como objetivo "protestar contra as políticas econômicas do governo" do primeiro-ministro Matteo Renzi "ditadas pela União Europeia" e contra o referendo constitucional.   

A votação do referendo ocorrerá no dia 4 de dezembro e, caso o texto seja aprovado, alterará pontos da Constituição italiana que regulamentam o exercício político. Uma das mudanças é o fim do bicameralismo paritário, que deixará apenas a Câmara dos Deputados com a função de aprovar leis (o Senado virará um órgão consultivo). Também será criado um prazo para os projetos de lei serem aprovados. A outra mudança é a abolição de províncias na Itália e a redução da burocracia do cidadão ter que pedir permissão em quatro instâncias administrativas para certos assuntos. Em Turim, a greve foi aderida por cerca de 60% dos funcionários do serviço de transporte, mas o metrô funciona normalmente, assim como em Nápoles, onde apenas um agente do metrô cruzou os braços. Entre os trabalhadores de ônibus, a adesão é de 22%. Mas os sindicatos italianos prevêem fazer novas manifestações amanhã (22), junto com o movimento "Coordenação Social do 'Não' ao Referendo", que convocaram o "No Renzi Day". "Será a primeira manifestação nacional pelo 'não' organizada por uma ampla rede de forças sociais, sindicais e políticas", disse, em nota, a União Sindical de Bases (USB). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos