Conheça a Breslávia, Capital Europeia de Cultura de 2016

ROMA, 01 NOV (ANSA) - Uma antiga cidade polonesa, conhecida como Breslávia, ou Wroclaw em polonês, com um belo centro histórico e vivo nas margens do rio Oder aproveitou o título de Capital Europeia da Cultura 2016 para renovar-se. A cidade passou restaurações de monumentos, abriu novos museus, organizou milhares de programas de arte, cinema, música, teatro, literatura, debates e encontros. E assim atraiu, segundo seus organizadores, dois milhões de turistas, tanto da Polônia como do exterior. Espetáculos a céu aberto também encantaram algumas noites do município, como pequenos festivais de jazz e exibições de danças, canto e de fogos de artifício. Tudo isso promovido pela sétima edição das Olimpíadas do teatro, que acontecerão até o dia 13 de novembro. Com apresentações de várias partes da Europa, de diretores como Peter Brook, Robert Wilson, Jan Fabre ou Valery Fokin.   


E com exposições e iniciativas relacionadas a grandes nomes do teatro polonês, como o "Bruno Schulz Festival", que terminou recentemente e aconteceu em Breslávia este ano juntamente com a "Capital Mundial do Livro da Unesco".   


No festival de Schulz, além de concertos, ocorreram encontros entre escritores e estudiosos, recitais e leituras. O prêmio neste ano foi para o romeno Vosganian Varujan, pela obra "Ksiega szeptów" ("O livro dos sussurros"). Para 2016, também foi aberto um novo museu interativo e com amplo uso da eletrônica, com o nome do grande poema nacional polonês "Pan Tadeusz" de Adam Mickiewicz. Foi dada muita atenção à arquitetura do século 20 também, com muitas exposições, eventos e a inauguração de um museu especial com uma grande mostra modernista. Ainda nesse aspecto, foi promovido o restauro de alguns edifícios que mereciam arquitetonicamente de mais cuidados, como a construção alemã de 1913 que agora abriga o Museu de Arte Moderna. No âmbito também da música, houve a abertura do "National Forum Music", com um edifício que está entre um dos mais modernos na Europa.   


Com isso, a cidade tem muita programação interessante e lugares novos para serem visitados durante todo o ano. Sem contar com a beleza natural de Breslávia, histórica capital da Baixa Silésia, uma moderna cidade com mais de 600 mil habitantes, mas com um coração antigo, com o centro velho. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos