Papa encerra viagem à Suécia com missa para católicos

MALMÖ, 01 NOV (ANSA) - O papa Francisco desembarcou na tarde desta terça-feira (1º) em Roma, após ter concluído sua visita de dois dias à Suécia, onde participou do início das celebrações pelos 500 anos da Reforma Luterana.   

Seu último compromisso oficial no país escandinavo foi uma missa no Estádio Swedbank, em Malmö, que foi acompanhada por cerca de 15 mil pessoas, segundo o porta-voz do Vaticano, Greg Burke.   

A homilia foi dedicada à pequena comunidade católica da Suécia, que contabiliza aproximadamente 115 mil fiéis registrados. Esse número representa pouco mais de 1% da população sueca, e a maioria absoluta é formada por imigrantes. A Igreja possui apenas uma diocese no país, a de Estocolmo.   

Francisco foi o primeiro Papa a participar do aniversário da Reforma Protestante, a convite da Federação Luterana Mundial (LWF). O evento ocorreu em Lund, na última segunda-feira (31), e foi marcado por pedidos de ecumenismo e críticas aos "poderosos" que causaram a divisão entre cristãos ao longo dos anos.   

No entanto, a escolha de outra cidade e outro dia para celebrar a missa dedicada à comunidade católica sueca foi uma forma encontrada pelo Pontífice de ressaltar a particularidade desse evento. Mas isso não impediu a presença do presidente e do secretário-geral da LWF, Munib Younan e Martin Junge.   

A cada domingo, cerca de 30 mil pessoas participam de missas católicas na Suécia, que na periferia da capital Estocolmo são rezadas em diversos idiomas, como árabe, eritreu, croata, polonês, ucraniano e vietnamita. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos