Ross Brawn pode substituir Ecclestone na F1

ROMA, 01 NOV (ANSA) - Um dos homens mais importantes da história da Fórmula 1, o ex-chefe de equipe da Ferrari Ross Brawn, pode ser o substituto do atual "chefão" da categoria, Bernie Ecclestone, segundo o jornal alemão "Bild".   


De acordo com a publicação, o engenheiro britânico, de 61 anos de idade, teria chegado a um acordo com o grupo norte-americano Liberty Media, que adquiriu a Fórmula 1 recentemente.   


Brawn também teria conseguido apoio da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que tem como presidente Jean Todt, com quem trabalhou na "invencível" Ferrari.   


O jornal alemão ainda afirma que Brawn precisa superar agora a concorrência de Martin Whitmarsh, ex-chefe da McLaren, e do também ex-líder esportivo da Ferrari Stefano Domenicali. Em entrevista ao jornal britânico "The Telegraph", Brawn sinalizou que pode aceitar um convite para trabalhar nos bastidores da F1. "Eu adoraria estar envolvido de novo neste esporte, mas não em uma escuderia. Já ganhei muito na minha carreira, muita satisfação. Com certeza tentar ajudar a Fórmula 1 a se tornar uma melhor categoria seria ótimo. Era algo que eu poderia me interessar", disse ele. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos