TIM volta a ter queda no lucro, mas sinaliza melhora

SÃO PAULO, 01 NOV (ANSA) - A operadora de telefonia TIM Brasil, controlada pela Telecom Italia, registrou lucro líquido de R$ 184 milhões no terceiro trimestre de 2016, uma queda de 48,7% em relação ao mesmo período de 2015.   


Se considerados os nove primeiros meses do ano, o valor chega a R$ 386 milhões, que representa uma redução de 76,1%. No lucro normalizado, que exclui os efeitos da venda de torres no terceiro trimestre de 2015 e da terceirização de seu call center no mesmo período de 2016, a TIM teve resultado positivo de R$ 200 milhões, alta de 14,2%.   


No entanto, as receitas líquidas da empresa seguem em queda, desta vez de 5,3%, chegando a R$ 3,9 bilhões no terceiro quarto do ano. Se levados em conta os primeiros nove meses de 2016, a arrecadação foi de R$ 11,5 bilhões, baixa de 11,2%.   


Apesar de tudo, os números mostram uma melhora em relação aos trimestres anteriores, quando as quedas no lucro e nas receitas foram mais intensas. "A empresa confia que está no caminho certo para superar as turbulências dos últimos três anos", disse a TIM por meio de uma nota.   


Recentemente, a Telecom Italia trocou o comando de sua controlada no Brasil, substituindo Rodrigo Abreu por Stefano De Angelis. O balanço do terceiro trimestre também mostra que a cobertura 4G da operadora chegou a 746 cidades brasileiras e a 66% da população do país. O objetivo da companhia é levar a rede a 93% dos habitantes do Brasil em no máximo dois anos.   


"Estamos entrando em um ciclo virtuoso, e no terceiro trimestre se vê os sinais de melhora no negócio", afirmou De Angelis.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos