Cunha chama Lula e Temer como testemunhas de defesa

SÃO PAULO, 2 NOV (ANSA) - O ex-deputado federal Eduardo Cunha incluiu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual mandatário, Michel Temer, em sua lista de testemunhas. Preso desde o dia 19 de outubro na Operação Lava Jato, Cunha protocolou na noite de ontem (1) sua defesa prévia com o nome do petista e do peemedebista, mas sem explicar os motivos para chamar Temer e Lula como testemunhas.   


Também foram citados no documento o ex-ministro Henrique Alves, o ex-senador Delcídio do Amaral, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró e outras 17 pessoas. A defesa diz apenas que é "imprescindível" ouvir essas pessoas e que a quantidade de testemunhas se justifica pelo "número de fatos imputados" ao réu.   


Cunha é réu na Lava Jato pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos