Argentino é morto após briga no Morro de São Paulo

SÃO PAULO, 3 NOV (ANSA) - O argentino Marcelo Gabriel Rey, 38 anos, foi morto em Morro de São Paulo, na Bahia, após uma briga em um bar local. Segundo informações de testemunhas, um homem acusava o argentino de "roubar" empregos na região e espancou Rey até a morte. Ele morava no Moro de São Paulo e trabalhava em um restaurante argentino. Outra versão aponta que o agressor bebia com Rey, lhe deu um chute na perna e, com a queda, ele morreu na hora por causa de uma lesão na cabeça. O caso está sendo investigado pela Polícia.   


Em uma postagem no Facebook, o dono do restaurante informou o ocorrido e pediu informações sobre o paradeiro do criminoso. "A pessoa que cometeu isso é conhecida por todo mundo. Há várias testemunhas e muitas pessoas não falam para acobertar o assassino. [...] Morro.... basta com isso tudo. Façamos algo. Os assassinos não podem andar pelas ruas com nossos filhos como se nada tivesse acontecido", escreveu o dono do local.   


O cônsul argentino em Salvador, Mariano Vergara, confirmou o crime e disse que agora estão tentando repatriar os restos mortais da vítima. O próprio restaurante onde Rey trabalhava está coletando dinheiro para fazer o repatriamento. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos