Em áudio, líder do EI pede para jihadistas lutarem no Iraque

NOVA YORK, 3 NOV (ANSA) - O Estado Islâmico (EI) publicou na web um áudio do seu líder, Abu Bakr al-Baghdadi, pedindo que seus seguidores sejam mais combativos no Iraque e que lancem ataques contra a Arábia Saudita e a Turquia. No discurso, que leva o título "Isto é o que Allá e seu profeta nos prometeram", al-Baghdadi fala da ofensiva militar do Iraque contra Mosul, que é a capital do califado do Estado Islâmico. De acordo com ele, a operação iraquiana é "uma guerra contra os muçulmanos realizada pelos apoiadores das cruzadas e por judeus". Provocando a rivalidade entre sunitas e xiitas, o líder do EI também disse que os xiitas estão "fazendo tudo que podem para tomar o poder do Iraque". Diante disso, al-Baghdadi disse que o fortalecimento do Estado Islâmico é o "único remédio" para proteger os muçulmanos sunitas e o Iraque. A última mensagem de al-Baghdadi tinha sido divulgada em 26 de dezembro de 2015, há quase um ano. O novo discurso do "califa" vem em um momento em que o Estado Islâmico sofre derrotas sucessivas. Além da morte de jihadistas importantes dentro do grupo, o EI enfrenta a ofensiva militar iraquiana que tenta recuperar a cidade de Mosul, capital do califado. Desde o dia 17 de outubro, as tropas iraquianas avançam em direção a Mosul com o apoio da coalizão internacional, guiada pelos Estados Unidos, e de países da região, além de grupos curdos e milícias xiitas. Ontem, uma fonte curda anunciou que al-Baghdadi estaria em Mosul e que, caso fosse morto, seria o "fim do Estado Islâmico".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos