Durabilidade será crucial no GP do Brasil, diz Pirelli

SÃO PAULO, 07 NOV (ANSA) - Com uma pista veloz, cheia de curvas de alta e potencial para temperaturas elevadas, o circuito de Interlagos, que recebe o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 no próximo domingo (13), exigirá bastante dos pneus.   


Por isso, a Pirelli, fornecedora oficial da categoria, decidiu trazer ao país os compostos duros (laranjas), ao lado dos médios (brancos) e macios (amarelos), combinação vista pela última vez no Japão, no início de outubro.   


"Veremos os pneus duros no Brasil pela primeira vez desde 2013, que deve se mostrar muito efetivo contra as altas demandas da pista", disse Paul Hembery, diretor de motorsport da fabricante italiana.   


Em 2015, o vencedor da prova, Nico Rosberg, fez três paradas, nas voltas 13, 33 e 48 - de um total de 71 -, e usou pneus macios, no primeiro trecho, e médios, nos outros três. "Com o aumento de performance e pressão aerodinâmica que tivemos este ano, selecionar um pneu mais duro, fato raro nesta temporada, foi a única opção sensata para oferecer um bom número de variáveis para estratégias diferentes", acrescentou Hembery.   


Segundo ele, "equilibrar a durabilidade" dos pneus duros com o desempenho extra dos compostos mais macios será a "chave para as táticas de corrida". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos