Premier italiano confessa que espera Hillary na Presidência

ROMA, 7 NOV (ANSA) - Na véspera da eleição presidencial nos Estados Unidos, o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi, disse hoje (7) esperar uma vitória da democrata Hillary Clinton.   

"São horas decisivas para os Estados Unidos e para o mundo.   

Daqui a pouco saberemos o nome do 45º presidente americano e é óbvio que esta escolha influenciará o mundo todo nos próximos quatro anos. Nós esperamos que seja uma mulher", escreveu Renzi no Facebook, em uma referência explícita a Hillary.   

No mesmo texto, Renzi teceu elogios a Obama, dizendo que o "ex-senador de Illinois soube escrever uma página indelével na história da política". "O primeiro presidente negro, há apenas meio século de distância dos confrontos em Selma. O homem que usou a esperança para lutar contra o cinismo, que ensinou uma geração inteira a acreditar (Yes, we can), que adotou políticas de crescimento, de emprego, que investiu em energia, inovação e saúde", escreveu Renzi. "Houve polêmicas sobre sua política externa, sabemos disso. Mas considero um grande sucesso a retomada com Cuba, a intuição certa sobre o Irã, a estratégica necessidade de uma nova política comercial global", completou. O premier italiano, que foi recebido em um jantar de gala em Washington há menos de um mês, também repetiu as palavras do norte-americano para promover as próprias medidas na União Europeia. "Compartilho integralmente as palavras de Obama sobre o papel e o potencial da Europa, partindo da mudança em relação à austeridade e à imigração", destacou Renzi. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos