Trump dá a entender que pode não aceitar vitória de Hillary

NOVA YORK, 8 NOV (ANSA) - No dia das eleições à Presidência dos Estados Unidos, o candidato republicano, Donald Trump, ainda mostra sinais de que poderá não aceitar o resultado das eleições se não vencer. Em uma coletiva com jornalistas, o magnata norte-americano foi perguntado qual seria a sua posição caso perdesse nesta terça-feira, dia 8. "Nós veremos o que acontece", respondeu o empresário de maneira evasiva. No último mês, Trump fez várias declarações que, de maneira implícita ou explícita, deram a entender que as eleições só seriam respeitadas se ele fosse o grande vencedor. O republicano também já havia reclamado anteriormente que poderá haver uma fraude de votos e que a imprensa está tramando contra ele. Topless - Duas mulheres foram retiradas à força do cartório eleitoral em Nova York no qual Trump votou nesta terça. As jovens estavam com os seios de fora com frases como "O1O FEMEN USA" escritas no corpo e gritavam slogans contra o milionário em um protesto contra o candidato republicano. As mulheres, que não foram identificadas e que foram retiradas do local por seguranças, devem fazer parte do grupo radical Femen, nascido na Ucrânia e que já ficou conhecido em todo o mundo pelas suas manifestantes fazerem topless para protestarem.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos