Assessor indica apoio de Trump a colônias israelenses

TEL AVIV, 10 NOV (ANSA) - Um dos mais próximos colaboradores de Donald Trump, Jason Greenblatt, disse à "Rádio Militar" de Israel que o presidente eleito dos Estados Unidos não vê as colônias na Cisjordânia como um obstáculo à paz.   

Advogado, Greenblatt é judeu ortodoxo e está cotado para se tornar enviado do republicano para o Oriente Médio quando começar seu governo. "Certamente não pertence à visão de Trump a condenação da atividade de assentamentos", declarou o assessor.   

Na entrevista, ele também confirmou que o presidente eleito manterá a proposta de levar a Embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, que não é reconhecida como capital do país por boa parte da comunidade internacional.   

Durante a campanha eleitoral, Trump chegou até a se reunir com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, que comemorou a chegada de um "verdadeiro amigo" à Casa Branca. Nos últimos anos do governo de Barack Obama, os dois mantiveram um relacionamento bastante frio, já que o democrata é crítico da expansão de colônias israelenses na Cisjordânia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos