De Niro diz que se mudará para Itália após vitória de Trump

CAMPOBASSO, 10 NOV (ANSA) - O ator norte-americano Robert De Niro, que chegou a pedir votos para a candidata Hillary Clinton para evitar uma "tragédia", disse que, com a eleição de Donald Trump como presidente, ele deve se mudar para a Itália.   


A declaração, em tom de brincadeira, foi feita durante uma entrevista ao apresentador Jimmy Kimmel. "Com a vitória de Trump, provavelmente vou me transferir para Molise", afirmou a estrela.   


Situada no centro-sul da Itália, a região de Molise é uma das menores do país e o local de origem da família de De Niro, que vem da cidade de Ferrazzano, perto da capital Campobasso. Além disso, o ator também tem cidadania italiana. "Provavelmente vou me mudar para lá", reforçou.   


Com apenas 320 mil habitantes, Molise é alvo de piadas de moradores de outras regiões italianas que dizem que ela "não existe", algo parecido com a forma como os brasileiros brincam com o Acre.   


Durante a campanha nos Estados Unidos, De Niro chegou a gravar um vídeo fazendo duras críticas a Trump e o chamando de "estúpido", "porco", "vigarista" e "idiota". Além disso, afirmou que gostaria de dar um soco na cara do presidente eleito. "Agora não posso mais dar, respeito o seu cargo. Mas talvez Obama possa", brincou o ator no programa de Kimmel. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos