Rússia admite contatos com equipe de Trump antes de eleição

MOSCOU, 10 NOV (ANSA) - Um membro do governo russo admitiu nesta quinta-feira (10) que houve contatos do Kremlin com a equipe do republicano Donald Trump durante a campanha eleitoral pela Casa Branca.   

Nos últimos meses, o Partido Democrata e até o presidente Barack Obama acusaram Moscou de tentar interferir na disputa para prejudicar a candidata Hillary Clinton, mas as acusações sempre foram rechaçadas.   

"Houve contatos. Se trata de questões de trabalho, e as próximas ações dependerão dos temas que enfrentaremos. Naturalmente, continuamos esse trabalho também depois da eleição", declarou o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov.   

A chegada de Trump à Casa Branca foi comemorada pelo Kremlin, que terá alguém muito mais amigável para negociar questões espinhosas, como o conflito na Síria e as movimentações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) - Trump e o presidente Vladimir Putin já trocaram elogios publicamente.   

"Esperamos que as relações entre Rússia e EUA, que não estão no melhor momento, sejam ajustadas e voltem ao normal, o que vai ao encontro dos nossos povos e de toda a comunidade internacional", disse o ministro das Relações Exteriores Sergei Lavrov. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos