Papa Francisco faz apelo contra a exclusão no mundo

CIDADE DO VATICANO, 12 NOV (ANSA) - Em sua última audiência jubilar do Ano Santo Extraordinário da Misericórdia, realizada neste sábado (12), na praça São Pedro, o papa Francisco fez um apelo contra a exclusão no mundo.   

No pronunciamento, o líder da Igreja Católica disse que a misericórdia, tema do Jubileu, e a inclusão estão intimamente ligadas e se manifestam no acolhimento a todas as pessoas, independentemente de sua condição.   

"Esse aspecto da misericórdia, a inclusão, se manifesta no abrir os braços para acolher sem excluir; sem classificar os outros com base em sua condição social, língua, raça, cultura ou religião. Na nossa frente, há somente uma pessoa que deve ser amada como Deus a ama", declarou.   

Além disso, o Papa ressaltou que "nem mesmo o maior pecador" deve ser excluído da misericórdia humana. "Todos precisamos ser perdoados por Deus", completou. Iniciado em 8 de dezembro de 2015, o Jubileu termina no próximo dia 20 de novembro e já levou mais de 13 milhões de peregrinos a Roma. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos