Milan convoca reunião para selar venda a chineses

MILÃO, 14 NOV (ANSA) - O Milan convocou para o próximo dia 2 de dezembro a assembleia de sócios que selará a venda do time mais vitorioso da Itália no cenário internacional para um grupo de investidores chineses.   


Na reunião, será feita a troca do comando do clube rossonero, com a saída de Barbara Berlusconi e Adriano Galliani dos cargos de CEO e diretor esportivo, respectivamente. Se não houver quórum na assembleia, será feita uma segunda convocação para 13 de dezembro.   


Em seguida, 99,93% das ações do Milan serão transferidas para a holding Sino-Europe Sports. Os chineses pagarão 740 milhões de euros pelo clube e assumirão suas dívidas, estimadas em 220 milhões. A venda marcará o fim da "era" Silvio Berlusconi, a mais vitoriosa da história do time rossonero.   


Iniciado em 1986, o período do ex-primeiro-ministro no comando do Milan rendeu cinco títulos de Liga dos Campeões, oito no Campeonato Italiano, três na Copa da Itália e outros três no Mundial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos