Nova Zelândia é atingida por mais centenas de réplicas

ROMA, 14 NOV (ANSA) - Centenas de réplicas foram sentidas nesta segunda-feira (14) na Nova Zelândia após um terremoto de 7.8 graus na escala Richter ter atingido o país no último domingo (13), deixando dois mortos, alguns feridos e destruição. O tremor mais forte desta segunda foi de 6.2 graus de magnitude.   

De acordo com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (Usgs), o sismo teve profundidade de 10 quilômetros e um epicentro a 38 quilômetros oeste do vilarejo Kaikoura, onde uma pessoa morreu em um deslizamento neste domingo, e a 118 quilômetros norte de Christchurch, próximo de uma fazenda onde ocorreu a segunda morte consequente do terremoto. Até o momento, não há informações sobre novas vítimas fatais, de novos grandes danos a edifícios e outras estruturas. Também não foi emitido nenhum alarme de tsunami. O primeiro-ministro da Nova Zelândia, John Key, afirmou que apenas duas pessoas faleceram com o tremor de ontem, que não acredita que o número de mortes vá subir, mas que o contrário ainda não pode ser descartado.   

O terremoto deste domingo foi o mais forte do país desde tremor de 22 de fevereiro de 2011, de 6.3 graus de magnitude e no qual 158 pessoas morreram. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos