Partido Democrata pode ter 1º presidente muçulmano

WASHINGTON, 14 NOV (ANSA) - Após a inesperada derrota para o republicano Donald Trump na disputa pela Casa Branca, o Partido Democrata, de Hillary Clinton, pode ser comandado pela primeira vez por um muçulmano.   

Deputado pelo estado de Minnesota, Keith Ellison, de 53 anos, se candidatou oficialmente à presidência do Comitê do Partido Democrata (DNC, na sigla em inglês), cargo que, na prática, exerce a liderança da legenda.   

Ellison é divorciado, tem quatro filhos e está no quinto mandato no Congresso, sendo também o primeiro muçulmano eleito deputado nos Estados Unidos. Tido como orador hábil e símbolo do multiculturalismo muitas vezes negado por Trump, ele tem o apoio dos senadores Bernie Sanders e Elizabeth Warren, ícones da ala mais à esquerda do partido.   

A ex-presidente do DNC Debbie Wasserman renunciou ao cargo em julho passado após o WikiLeaks ter divulgado emails que indicavam um favorecimento da cúpula democrata a Hillary nas prévias do partido, em detrimento de Sanders. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos