Prisão de ministro está além da compreensão,diz premiê russo

MOSCOU, 15 NOV (ANSA) - O ministro russo da Economia, Alexei Ulyukaev, foi preso nesta terça-feira (15) sob a acusação de ter recebido suborno no valor de US$ 2 milhões em troca de apoio de seu Ministério a um contrato da companhia petrolífera Rosneft.   

Segundo o Comitê de Investigação, o titular da pasta recebeu o valor para "fazer uma avaliação positiva dos dados do Ministério à operação, que permitiu a Rosneft completar um acordo para a compra de 50% das ações do governo no capital da Bashneft". As duas empresas citadas atuam no setor de petróleo.   

Ulyukaev, 60 anos, está no governo do premier Dmitri Medvedev desde 2013. "A prisão do ministro da Economia está além da minha compreensão. Trata-se de um grave fato para a liderança do país e histórias como a sua significam que nenhum representante do governo está imune à Justiça", declarou Medvedev. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos