Parlamento da Venezuela tem confusão após decreto de Maduro

CARACAS, 16 NOV (ANSA) - Após o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, prorrogar pela quinta vez o estado de "emergência econômica e o estado de exceção", parlamentares tiveram uma sessão tumultuada. De maioria oposicionista, o Parlamento rejeitou pela quinta vez a medida, que foi validada pelo Tribunal Supremo de Justiça (TSJ). Por causa disso, nesta terça-feira (15), os políticos usaram o local para protestar contra o presidente. Mas, a sessão foi interrompida quando os deputados Rafael Guzmán, da MUD, e Héctor Rodriguez, chefe do governo no Parlamento, começaram a trocar acusações e quase chegaram a se agredir no local. Um grupo tentou separar os dois, mas do meio da confusão, alguém jogou uma garrafa de água em Rodriguez. Após separar os dois, o clima continuou tenso, com trocas ríspidas de acusações de ambos os lados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos