Assassinato que marcou história da Gucci virará filme

ROMA, 21 NOV (ANSA) - O assassinato de Maurizio Gucci, herdeiro da marca italiana Gucci, em 1995, será tema do próximo filme do diretor Wong kar-wai. O longa exibirá os mistérios e desfechos da morte do ex-presidente da grife, que foi encomendada pela sua ex-mulher Patrizia Reggiani.   


Protagonista de declarações polêmicas, a italiana confessou o crime e foi condenada a 26 anos de cadeia, mas acaba de receber três anos de liberdade provisória após passar 17 na prisão. O cineasta de Hong Kong é responsável por filmes de sucesso como "Um beijo roubado" e "O grande mestre" e era o mais cotado para a produção, que já vinha circulando por Hollywood havia algum tempo. Ridley Scott era outra aposta da direção, assim como Angelina Jolie e Leonardo DiCaprio eram cotados para interpretar os protagonistas. No entanto, tudo indica que a atriz Margot Robbie viverá Reggiani. O filme sobre a família Gucci será financiado pela produtora norte-americana Annapurna, de Megan Ellison.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos