Corpo de italiana morta na BA deve ser repatriado na sexta

RAGUSA, 21 NOV (ANSA) - O corpo da italiana Pamela Canzonieri, encontrada morta na Bahia na última quinta-feira (17), não retornará para seu país antes da próxima sexta (25).   


Os familiares da vítima já deram entrada nos trâmites burocráticos para a repatriação dos restos mortais, e o processo será acompanhado por um amigo de Pamela que mora em Morro de São Paulo, onde o corpo foi achado.   


Os parentes decidiram não viajar ao Brasil por sugestão das autoridades italianas. No último domingo (20), a irmã de Pamela, Valeria Canzonieri, havia acusado o governo da Itália de desamparar a família.   


Natural de Ragusa, na Sicília, a italiana de 39 anos trabalhava como garçonete em Morro de São Paulo, de acordo com o jornal "Corriere della Sera". Segundo a polícia, o corpo tinha "marcas" e havia vestígios de uso de drogas no local, embora o pai de Pamela negue que a filha usasse substâncias ilícitas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos