Trump não investigará Hillary em caso de email (2)

NOVA YORK, 22 NOV (ANSA) - A porta-voz do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (22) que o magnata não investigará a democrata Hillary Clinton pelo uso de emails privados quando era secretária de Estado. Na entrevista ao canal norte-americano "MSNBC", Kellyanne Conway foi perguntada se Trump estaria disposto a fazer seus colegas republicanos desistirem de investigar Hillary e respondeu: "Acredito que quando o presidente eleito, que é também o chefe de seu partido, diz que não deseja investigar esses delitos, ele está enviando uma mensagem muito forte para seus membros".   

Durante a campanha eleitoral, Trump prometera que se ganhasse, designaria um promotor especial para investigar Hillary pelo uso de um servidor privado quando ela era secretária de Estado, o que causou um inquérito do FBI.   

Na entrevista, Conway afirmou que processar Hillary não está entre as prioridades de Trump e que seu governo não vai investigar o comportamento da democrata. Na última segunda-feira (21), o bilionário afirmou em um vídeo que dará prioridade à criação de empregos no setor de energia e à revisão de vistos de estrangeiros que trabalham no país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos