Em mensagem de Ação de Graças, Trump e Obama pedem união

NOVA YORK, 24 NOV (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em sua última mensagem pelo tradicional Dia de Ação de Graças, fez um apelo para que os norte-americanos fiquem unidos após a pesada campanha eleitoral que culminou com a eleição de Donald Trump.   

"Como país, nós apenas acabamos de sair de uma barulhenta, apaixonada e, algumas vezes, dividida campanha eleitoral.   

Afinal, as eleições são muitas vezes onde enfatizamos o que nos mantém separados. Nós enfrentamos uma disputa de 'nós' versus 'eles'. Nós focamos no candidato que nós apoiamos, relegando alguns dos ideiais que nós compartilhamos", disse.   

"Mas, poucas semanas depois [da eleição], o Dia de Ação de Graças nos lembra que não importa as nossas diferenças, nós somos ainda um povo, parte de algo maior que nós mesmos", finalizou Obama. A fala do mandatário foi semelhante a de seu sucessor, que pediu união nos EUA porque o tempo das eleições "já acabou".(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos