Torcedor do Atlético processa Uefa por gol de Sergio Ramos

ROMA, 25 NOV (ANSA) - Um sócio-torcedor do Atlético de Madrid entrou com uma ação na Justiça contra a Uefa por conta da última final da Liga dos Campeões da Europa, na qual o clube colchonero foi derrotado pelo rival Real Madrid nos pênaltis.   


Na causa, José Antonio Campón, sócio número 8.856 do Atlético, pede "ressarcimento" por conta do gol impedido de Sergio Ramos que abriu o placar da partida - o duelo terminaria em 1 a 1.   


Segundo o torcedor, o tento irregular "alterou a concorrência em benefício de uma das duas equipes" e "violou" seus direitos de consumidor.   


De acordo com o diário "As", Campón pede uma indenização de 1.660 euros, sendo 160 referentes ao valor do ingresso e 1.500 a "danos morais". A Uefa seria responsável por "não ter utilizado todos os meios necessários para garantir o respeito às regras".   


Além disso, o torcedor diz na ação que é preciso usar a tecnologia para diminuir a chance de erros cometidos pelos árbitros. "Aquilo que pedimos é que as regras sejam respeitadas.   


Se você vai ao cinema e o áudio não funciona, o dinheiro é devolvido", declarou o advogado do colchonero, Carlos Mendez.   


O jogo em questão foi a segunda final de Liga dos Campeões em dois anos que o Atlético perdeu para seu maior rival. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos