Unesco declara ioga como Patrimônio Imaterial da Humanidade

NOVA DÉLHI, 1 DEZ (ANSA) - A ioga, uma das práticas mais antigas da Índia, foi declarado nesta quinta-feira (1º) como Patrimônio Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (Unesco).   


A decisão foi tomada por 24 membros do Comitê Intergovernamental da entidade, durante sua reunião anual, realizada em Adis Abeba, na Etiópia, e que acontece até 2 de dezembro. A Unesco considerou que a filosofia ligada a essa prática "influenciou numerosos aspectos da sociedade" indiana, "que vão desde a saúde à medicina, até a educação e as artes".   


A organização destacou ainda a "unificação da mente, do corpo e da alma para melhorar o bem-estar mental, físico e espiritual das pessoas". Em comunicado divulgado em Nova Délhi, o Ministério da Cultura da Índia agradeceu pela decisão e recordou que a ONU já havia estabelecido em 2014 a data de 21 de junho como "Dia Internacional da Ioga". Desta forma, a prática se tornou o 13º patrimônio imaterial indiano, seguindo a Dança Chhau (2010), o canto budista de Ladakh (2012), o canto ritual Sankirtana e a dança de Manipur (2013) e o artesanato de cobre de Thathera de Punjab (2014).   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos