Após ameaças, Venezuela é suspensa do Mercosul

BUENOS AIRES, 2 DEZ (ANSA) - A Venezuela foi formalmente suspensa do Mercosul após as ameaças feitas nas últimas semanas pelos demais países-membros do bloco econômico.   

Apesar de não ter sido feito um anúncio oficial, fontes das chancelarias de Brasil, Paraguai e Buenos Aires confirmaram a informação à diversos veículos de imprensa. É esperado que ainda nesta sexta-feira (2) seja oficializada a notícia.   

A suspensão de Caracas tem como base a falta de aprovação de 112 resoluções e quase 300 parâmetros solicitados como base para entrar no Mercosul. A presidência interina do bloco havia dado um ultimato ao presidente Nicolás Maduro para ajustar-se a isso até o dia 1º de dezembro.   

Maduro, por sua vez, acusa Brasil, Argentina e Paraguai de querem dar "um golpe" de direita no bloco sul-americano e disse ser alvo de perseguição dos outros países-membros. O mandatário chegou até a convocar os sindicatos e a população venezuelana para "defender" o Mercosul. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos