Em velório, Chape tenta mostrar que 'sonho não acabou'

SÃO PAULO, 03 DEZ (ANSA) - Sob os gritos de "o campeão voltou", os corpos de 50 das 71 vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense entraram em uma Arena Condá, em Chapecó, banhada pela chuva e pelas lágrimas das milhares de pessoas presentes.   


Os caixões foram colocados debaixo de uma tenda montada no gramado do estádio, com os dizeres "nas alegrias e nas horas mais difíceis, meu furacão, tu és sempre um vencedor", trecho do hino oficial da Chape.   


Ao lado dos corpos, familiares, amigos e companheiros de time das vítimas não conseguiram conter a emoção, assim como na arquibancada, onde torcedores ignoraram a chuva e permaneceram em pé, aplaudindo em silêncio a delegação da Chapecoense.   


"O sonho não acabou. Somos todos Chapecoense", disse o novo presidente do clube, Ivan Tozzo, em seu discurso no velório. Em seguida, a palavra foi concedida ao prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, que afirmou que o time catarinense voltou como "lenda" da Colômbia.   


Vestido com a camisa do Atlético Nacional de Medellín, ele agradeceu ao povo colombiano, que foi aplaudido a cada menção na Arena Condá por conta das homenagens prestadas nos últimos dias.   


"Vocês sempre estarão em nossos corações", acrescentou Buligon.   


Após os pronunciamentos das autoridades, atletas das categorias de base da Chape entraram em campo com bandeiras do Brasil, da Colômbia, de Santa Catarina e de Chapecó, antes do desfile do mascote do time, o Índio Condá, representado por uma criança.   


Em seguida, foram mencionados os nomes de todas as vítimas brasileiras do desastre - os tripulantes da companhia aérea Lamia que morreram não foram citados. O bispo de Chapecó, Odelir Magri, leu uma mensagem enviada pelo papa Francisco, e o jornalista e locutor Cid Moreira fez uma leitura de trechos da Bíblia. O presidente da Fifa, Gianni Infantino, também fez um breve discurso.   


No fim da cerimônia formal, após os gritos de "Vamos, vamos, Chape!", foi exibido no telão da Arena Condá um vídeo com mensagens de diversos jogadores e ex-atletas, como Neymar, Juninho Pernambucano e Roberto Dinamite. Enquanto isso, os parentes das vítimas deram uma volta pelo gramado carregando as fotos de seus entes queridos que morreram na tragédia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos